Notícias

A utilização de serpentes como pets

 

A domesticação de animais data de aproximadamente 10 mil anos com o início da agricultura. Ao longo do tempo percebe-se que muitos animais foram tornando-se mais próximos do ser humano até serem considerados de estimação. Entre eles estão os cachorros, gatos, pássaros, coelhos entre outros.

Nos últimos anos no Brasil vem crescendo a procura por répteis como animais de estimação. Dentre os répteis os mais procurados são as iguanas e as jiboias. O aumento no comércio desses animais fez crescer também o número de animais abandonados. No caso das jiboias, elas são compradas geralmente com 30 cm de comprimento e quando atingem 2 anos de vida já medem aproximadamente 1,80m, quando adultas podem atingir até 5m. Ou seja, são cobras que necessitam de espaço, temperatura, iluminação adequada e alimento com procedência confiável.

A pessoa que se dispõe a cuidar de um animal de estimação deve ter em mente  que terá que dispensar cuidados a esse animal e no caso específico dos répteis, ter consciência de que eles não demonstram afeição e carinho por seus donos. Outra informação importante a ser considerada é o tempo de vida, uma jiboia, por exemplo, vive em média 20 anos. Adotando um animal VOCÊ É RESPONSÁVEL PELO SEU BEM ESTAR.

                Estar consciente das necessidades e da sua responsabilidade para com seu animal de estimação evita o abandono. A Lei 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 – Lei de Crimes Ambientais - considera abandono como uma forma de maus tratos e prevê detenção de até um ano e multa.

   Mas se você optar em ter um réptil como animal de estimação adquira-o de criadores autorizados pelo IBAMA, atente para a higiene do recinto, lave bem as mãos após manusear um réptil. O acompanhamento médico veterinário especializado periodicamente é essencial para a monitoração da saúde do seu animal de estimação, em especial os répteis. Os indicativos de uma doença são discretos nesses animais e o diagnóstico no inicio da alteração pode salvar a vida dele. Além disso, algumas doenças e mesmo microrganismos que fazem parte dos répteis naturalmente podem causar enfermidades nos humanos (zoonoses).

Data: 31.10.2012